Lavoura de milho - Semagro/Divulgação

Mato Grosso do Sul ocupa o 7º lugar no ranking nacional de renda na agropecuária. O índice foi obtido após o VBP (Valor Bruto de Produção Agropecuária) total do Estado ser estimado em R$ 76,36 bilhões para 2022 com base nos dados em abril. A lavoura foi a principal responsável pela estimativa de renda, com 72% do montante, o que equivale a R$ 54,6 bilhões.

De acordo com a Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), conforme informações divulgadas nesta segunda-feira (16) pelo Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), as culturas de soja e milho detêm 82% do VBP da lavoura. Mesmo o resultado sendo positivo, é cerca de 2% menor do que o obtido em 2021.

O VBP da soja reduziu 19,60%, enquanto o do milho aumentou 70,11%. Assim, o valor de produção da lavoura aumentou 1,79% e o total reduziu 0,70%.

No mês anterior, março, soja e milho reduziram, 0,80% e 3,04%, respectivamente. Já a lavoura reduziu 1,21% e a redução do total foi de 0,84%. Os valores foram obtidos através do volume estimado para produção em 2022, em um cenário otimista.

Já o VBP da pecuária deve ficar em R$ 21,7 bilhões, com destaque para a produção de bovinos, com R$ 16,4 bilhões estimados.

Brasil

Já os números nacionais apontam que o VBP do País em 2022 deve alcançar R$ 1,236 trilhão, tendo como base os dados da safra do mês de abril. A projeção é 2,7% acima do valor obtido em 2021, que foi de R$ 1,204 trilhão.

O faturamento bruto das lavouras soma R$ 881,2 bilhões (alta de 7,3%), e da pecuária R$ 355,7 bilhões (queda de -7,2%). Os produtos que estão puxando o crescimento do VBP são: café, cana-de-açúcar, algodão e milho, principalmente pelo aumento da produção e os preços elevados, com exceção do milho.

O VBP mostra a evolução do desempenho das lavouras e da pecuária no decorrer do ano, correspondente ao faturamento dentro do estabelecimento. É calculado com base na produção agrícola e pecuária e nos preços recebidos pelos produtores nas principais praças do país dos 26 maiores produtos agropecuários nacionais. (*Com informações do Campo Grande News)