PM esteve na universidade - Reprodução/Mídia Max

Nesta segunda-feira (16), Polícia Militar esteve na UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) em Dourados, após ameaças de massacre na faculdade. Ainda não foi identificada autoria das ameaças.

Conforme divulgado pela assessoria de comunicação da universidade, os órgãos de segurança foram acionados após a reitoria tomar conhecimento do material, em tom de ameaça, que foi divulgado nas redes sociais.

“A unidade reforçou que não há comprovação alguma de que a ameaça seja real e que todas atividades acadêmicas e administrativas prosseguem dentro da normalidade”, diz nota encaminhada pela UEMS.

Polícia Militar esteve na faculdade, conforme registrado por acadêmicos. “Estão apurando se não se trata de uma brincadeira de péssimo gosto”, diz mensagem encaminhada em grupos de WhatsApp. “Ao menor sinal de algo suspeito vão evacuar o local”.

No Instagram, foi criado um perfil chamado “massacredocieppdia16”. Na descrição, dizia “Estão preparados para o massacre pro dia 16/5/2022, ficará marcado. Para os que acham que não é real é muito real”. O caso segue em investigação.

(*Com informações do Mídia Max)