Suspeito de ter cometido latrocínio no Paraná é preso pela Força Tática em Anastácio

Um foragido da Justiça, acusado de cometer um latrocínio no Paraná foi preso pela Força Tática, da Polícia Militar, na manhã desta segunda-feira (15) em Anastácio. Ele ainda tentou enganar a equipe policial com nome falso, mas foi desmascarado e preso.

De acordo com informações da Polícia Militar, a guarnição abordou Paulo Rogério da Silva, 32 anos, por volta das 2 horas da madrugada em frente a praça na área central de Anastácio. Durante abordagem, o suspeito deu o nome de Marcos Paulo da Silva, mas não foi encontrado no sistema.

Ele disse morar perto, então os militares orientaram que fosse até a residência buscar seus documentos e o acompanharam, mas o homem se trancou no imóvel. Como a PM não tinha autorização para entrar naquele momento, saiu do local. Com a certeza da impunidade, Paulo não esperava que a guarnição fosse voltar e encontra-lo às 9 horas da manhã com a equipe da Radiopatrulha.

Paulo então apresentou seus documentos verdadeiros e foi constatado através de checagem minuciosa, que ele estava foragido e que estava com mandado de prisão por ter cometido um latrocínio no estado do Paraná. Ele foi preso e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Anastácio, para medidas cabíveis.