Azambuja inaugura centro hospitalar e assina convênio de R$ 35 mil

34

por Jhoseff Bulhões

O governador Reinaldo Azambuja assinou nesta quarta-feira (4), o convênio de R$ 35 mil para o Hospital São Julião, em Campo Grande. Ele também participou da inauguração do Centro de Cuidados Integrados (CCI).

A nova ala do hospital conta com 1.200 metros quadrados de área construída que exigiu investimentos de R$ 5 milhões. Vinte e dois novos leitos serão abertos – com custo mensal de R$ 200 mil, financiados pelo Governo Federal (65% – R$ 130 mil), Governo do Estado (17,5% – R$ 35 mil, convênio será assinado durante o evento) e Prefeitura Municipal (17,5%).

Nesta unidade, que receberá o nome de Dom Aldo Rabino, será implantada um novo modelo de assistência à saúde, onde o atendimento será feito por equipe multidisciplinar (médico, enfermeiro, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, farmacêutico, psicólogo e assistente social). O objetivo é permitir que o paciente retome sua rotina de atividades diárias, tais como alimentar-se, vestir-se, andar e outras.

A experiência piloto vem sendo realizada desde outubro de 2013 em Campo Grande e ocorre também nas cidades de Franca, em São Paulo, e Rebouças, no Paraná. A iniciativa partiu da Confederação Nacional das Misericórdias que constituiu parceria com o Ministério da Saúde e o Hospital Samaritano, em São Paulo.

Com isso, o São Julião será um hospital de retaguarda na rede de atendimento às urgências e emergências, passando a receber pacientes para convalescência e/ou reabilitação, vindos dos hospitais que atendem aos casos agudos: Regional, Universitário e Santa Casa.

Foto: Divulgação/Assessoria