Bernal é notificado e tem prazo de cinco dias para entregar celular ao Gaeco

26

por Jhoseff Bulhões

Com prazo de cinco dias, o prefeito Alcides Bernal (PP) deverá entregar voluntariamente seu aparelho de celular para que seja periciado por técnicos do Instituto de Criminalística da Polícia Civil para verificar se houve favorecimento ou proposta aos vereadores que votaram contra a sua cassação.

Bernal foi notificado por uma equipe do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco). O advogado Rene Siufi, que defende o vereador Edil Alburquerque (PMDB) protocolou na tarde de ontem (22) uma representação que solicita a entregue dos celulares dos vereadores da base de Bernal. O pedido foi aceito e o Gaeco notificou os vereadores, inclusive o prefeito.

Os laudos desta nova pericia devem ser anexados ao processo da Operção Coffer Break  que já contam com a perícia em aparelhos de 17 vereadores que votaram pela cassação de Alcides Bernal.

A previsão dos investigadores era que os trabalhos terminassem no final de novembro, mas devido a nova ação, o prazo deve ser adiado.

Foto: Reprodução