Deputados devem criar regras para dificultar chegada do Uber ao MS

22

O Projeto de Lei que proíbe o transporte remunerado de passageiros em veículos particulares de até sete lugares, contratados a partir de aplicativos não cadastrados ou registrados nos órgãos do Departamento Estadual e Municipal. De acordo com o deputado João Grandão, autor da proposta, o objetivo da proposta é garantir segurança e confiabilidade nos serviços prestados pelos taxistas.

O tema começa a ser discutido como forma de criar regras para se evitar que se repitam em mato Grosso do Sul problemas registrados em cidades como São Paulo, Rio de janeiro e Brasília onde a chegada do serviço da Uber provocou confrontos entre motoristas de táxi e motoristas que oferecem o serviço de transportes através do Uber.

A matéria completa você lê na edição desta segunda-feira (21), no JNE.

Cristina Viduani
Foto: Reprodução/ABC Repórter