Impressionado com Lucas Lima, Oliveira estuda marcação individual

31

Gazeta Esportiva/JB

O meia Lucas Lima é considerado o principal jogador do Santos ao menos desde a saída de Robinho, mas seu moral vai muito além da Vila Belmiro. Adversário do armador no último domingo e nas finais da Copa do Brasil, marcadas para os dias 25 de novembro e 2 de dezembro, o técnico do Palmeiras, Marcelo Oliveira, classificou o atleta como “impressionante” e já estuda uma forma de pará-lo nas decisões.

“O Lucas Lima ali no meio realmente faz a diferença, é impressionante. É um jogador que consegue mexer a bola muito bem no ataque, colocando os companheiros para jogar. Um atleta que está atuando em um nível muito bom”, avaliou o comandante palmeirense, explicando como pensa em diminuir a efetividade do santista.

“Eu já conversei com os jogadores para ficarem atentos à mobilidade dele. Talvez, nos jogos que tivermos contra o Santos, a marcação pode ser bem firme ali na entrada da área e, dependendo do lado que ele cair, nós individualizamos. Se cair um pouco mais para a esquerda, quem estiver ali, pega. Para a direita, outro fica responsável”, relatou, reconhecendo a dificuldade na implantação da medida. “Ainda assim, é uma missão difícil”, comentou.

Para os embates, a boa notícia fica por conta da possível volta de Arouca ao meio-campo. Após sofrer um descolamento do músculo na região do joelho direito, o volante é cotado para retorno ainda neste mês, o que significa uma boa chance de encarar o ex-clube.

Dessa forma, Oliveira ganharia de volta um importante reforço, já que não pode usar Thiago Santos no torneio. Contratado há dois meses, o marcador já atuou no torneio pelo América-MG e, de acordo com as normas da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), não pode defender outra agremiação.

Foto: Gazeta Press