Justiça libera padre tarado para responder processo em liberdade

133

O padre Jucelandio José do Nascimento preso e autuado em flagrante por ser acusado de oferecer  R$ 2 mil em troca de sexo a um  adolescente de 16 anos, teve liberdade provisória decretada pelo juiz Luiz Felipe Medeiros Vieira, durante audiência de custódia, na manhã desta terça-feira (9).

Na madrugada de segunda-feira (8), o padre foi buscar o adolescente de carro, na casa onde mora com a família, no Bairro Moreninhas. Durante o trajeto o padre começou a passar as mãos nas partes íntimas do menino e perguntar se ele era ativo ou passivo.

Ao chegarem na casa do padre, no Bairro Cidade Morena, o religioso trancou a porta e pediu que o adolescente fosse tomar banho. O garoto ligou o banheiro para simular que estava se higienizando e ligou para seu irmão pedindo ajuda. Foi neste momento que a família dele chamou a polícia.

Questionado sobre o envolvimento dele com o padre, o adolescente disse que só frequenta a paróquia e que é musico da igreja. O padre foi liberado e está proibido de se aproximar da vítima ou de ter contato com qualquer um de seus familiares.