Patrão ‘arma’ flagrante e pega Funcionários acusados de furto

34

Desconfiado de que alguns funcionários de seu estabelecimento estavam furtando mercadorias, o patrão  Luiz Carlos Vitor ficou de tocaia para confirmar o fato. No final do expediente da última terça-feira (8),  o empresário  avisou que estava indo para casa, saiu, após alguns minutos retornou e ficou observando a saída dos trabalhadores, um a um.
Por volta das 22h, os funcionários José Donizete Cardoso e Eurides Puquiviqui saíam com algumas sacolas, aparentemente com mercadorias. O dono do comércio, um mercado na Av. das Bandeiras, Vila Carvalho, se dirigiu aos rapazes e pediu para ver o interior das sacolas e, como suspeitava, eram mercadorias. Imediatamente  os chamou para dentro, com o objetivo de receber uma justificativa confiável.
José e Eurides disseram ao patrão que era a primeira vez que acontecia a retirada, sem anotação nos registros do estabelecimento, pois estava faltando energia no local. Não acreditando na conversa, Luiz Carlos, chamou a PM, que conduziu os moços à Depac Centro. Lá, após depoimentos em separado, ficou constatado que os furtos estavam acontecendo há mais de seis meses e que tinham a colaboração de mais uma pessoa, cujo nome ainda não foi divulgado pela polícia.
Eles contaram, ainda, que aguardavam o patrão e o gerente saírem para praticar o crime e que na maioria das vezes levavam carne e cerveja. No momento do flagra estavam com aproximadamente 16 kg de carne e uma caixa de cerveja.
Eles foram presos e aguardarão a conclusão do inquérito policial.
O empresário furtado disse que vai aparelhar a loja com câmeras para controlar melhor  a saída e entrada dos colaboradores.