Bernal ajuda a recolher lixo na Capital

29

A reportagem do JNE entrou em contato, agora há pouco, com a assessoria da Prefeitura de Campo Grande. De acordo com as informações, a força tarefa determinada pelo prefeito Alcides Bernal (PP), já iniciou a coleta do lixo na área central da cidade, com a ajuda do Prefeito.

Entretanto, ainda de acordo com a assessoria, o recolhimento efetuado pela força tarefa, está priorizando a coleta do lixo hospitalar, que se estende, além do HR, à Santa Casa e aos demais hospitais, além das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs).

Por força de liminar, os funcionários da Solurb, em greve desde a última quinta-feira (10), começaram a recolher o lixo hospitalar do Hospital Regional Rosa Pedrossina (HR). A determinação é do juiz Luiz Ricardo Garibaldi, da 2ª Vara de Fazenda Pública e de Registros Públicos. A liminar foi concedida em ação movida pelo órgão administrador do Hospital, Fundação de Serviços de Saúde de Mato Grosso do Sul. O não cumprimento da determinação gera uma multa diária de R$ 30 mil.

A Solurb alega uma dívida da Prefeitura junto à empresa, no valor de R$ 23,8 milhões e que sem o pagamento da dívida, não há como quitar a folha de pagamento dos funcionários.

De outro lado, a Prefeitura contesta o valor e Bernal informou que já foram pagos este ano, aproximadamente, R$ 56 milhões à Solurb. O último pagamento, teria sido efetuado no dia 24 de agosto passado.

Na próxima segunda-feira (14), acontecerá uma reunião no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul entre a Prefeitura, o Sindicato dos Trabalhadores em Asseio e Conservação de Mato Grosso do Sul (Steac-MS) e a direção da Solurb para negociar uma solução da crise entre o Município e a empresa de coleta.

Cristina Viduani
Foto: Warren Nabuco/JNE