Thais Helena, Delei e Paulo Pedra são cassados pelo TSE

27

por Jhoseff Bulhões

Por unanimidade o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cassou ontem (17) o mandato dos vereadores Thais Helena (PT), Paulo Pedra (PDT) e Delei Pinheiro (PSD). Eles são acusados de comprar votos em troca de combustível e abuso de poder econômico.

De acordo com o relator do caso,  Admar Gonzaga, explicou que em seu parecer que estava “absolutamente comprovada a compra de combustível”  e que não havia dúvida sobre a captação “ilícita de sufrágio”. Em 2013, os vereadores sofreram uma cassação pelo Tribunal Eleitoral Regional de MS (TER/MS), entretanto, por meio de uma liminar conseguiram sustentar o cargo até o dia de ontem.

Troca das cadeiras 

Com saída dos parlamentares, a Câmara receberá novos vereadores, as novas vagas devem ser assumidas pelos suplentes Juliana Zorzo (PSC), Roberto Durães (PT) e Eduardo Cury (PTdoB). O presidente Flávio César disse à imprensa nesta quarta-feira (18) que a Câmara de Campo Grande não tem prazo para convocar e empossar os novos vereadores. Porém, os procedimentos serão feitos assim que receber notificação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).