Azambuja conclui obras inacabadas e beneficia população de Caarapó

27

por Jhoseff Bulhões

Uma das formas de o Governo do Estado atender a população sul-mato-grossense em momento de crise econômica que atinge o Brasil é terminar obras iniciadas e não concluídas em gestões anteriores. O pensamento é do governador Reinaldo Azambuja, que inaugurou obras de infraestrutura e saneamento básico em Caarapó, nesta sexta-feira (16), e evitou prejuízos financeiros que obras abandonadas causam os cofres públicos.

“Um dos instrumentos para superar a crise é investir na conclusão de obras inacabadas”, afirmou Reinaldo. Em Caarapó, distante a 264 quilômetros de Campo Grande, o governador entregou a pavimentação asfáltica da Avenida Duque de Caxias, no acesso ao Balneário Municipal e inaugurou obras de saneamento dos distritos de Nova América e Vila Cristalina, além de assinar ordem de serviço para pavimentação de trechos da MS-156.

Obras

Três obras foram entregues por Reinaldo à população de Caarapó nesta sexta-feira, uma de pavimentação e duas de saneamento. A primeira, pavimentação asfáltica da Avenida Duque de Caxias, compreende a conclusão de um trecho de 1.258 metros de asfalto que dá acesso ao Balneário Municipal.

Com recursos próprios, da ordem R$ 3.158.484,89, foram executadas pistas com sete metros de largura cada uma e um canteiro central, sendo todo o prolongamento dotado de dispositivos de drenagem, de sinalização vertical e horizontal, garantindo o ordenamento do tráfego e mais segurança.

As outras duas, de saneamento, foram inauguradas nos distritos. Em Nova América, foi entregue a obra de ampliação do sistema de abastecimento de água, com a perfuração e ativação de um poço tubular profundo, profundidade 228 metros e vazão 20 mil litros de água por hora. Foram investidos R$ 216.951,41, sendo R$ 39.468,62 oriundos da Fundação Nacional de Saúde e R$ 177.482,79 do Governo do Estado, por meio da Sanesul.

Já no distrito de Vila Cristalina, foi inaugurada a ampliação do sistema de abastecimento com a execução de 1.966 metros de rede de distribuição de água. A obra teve investimento total de R$ 145.863,02, sendo R$ 25.990,95 recursos do Governo Federal, por meio da Funasa, e R$ 119.872,07 de recursos do Governo do Estado através da Sanesul.

Foto: Jessica Barbosa