PMA autua pecuarista por desmatamento ilegal

25

por Jhoseff Bulhões

A PMA (Polícia Militar Ambiental) de Rio negro autuou um pecuarista campo-grandense, de 46 anos, por desmatamento ilegal durante uma fiscalização na última sexta-feira (13), numa propriedade rural localizada a 21 quilômetros da cidade.

De acordo com o site Edição MS, o infrator derrubou e enleirou vegetação em duas áreas de capões em meio à pastagem, que os policiais mediram em GPS e aferiram 2 hectares, sem autorização ambiental. A vegetação derrubada era constituída de árvores de grande porte.

As atividades foram interditadas e o proprietário da fazenda, residente em Campo Grande foi multado em R$ 2.000,00. Ele responderá por crime ambiental. A pena é de três a seis meses de detenção.

O infrator foi notificado a apresentar um Plano de Recuperação de Área Degradada (PRADE), junto ao órgão ambiental.

Foto: Divulgação