Redação

Deputados membros titulares da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Combustíveis elegeram nesta terça-feira (24), por unanimidade, os nomes de José Carlos Barbosinha (PSB) para presidente da CPI, o de João Grandão (PT) para a vice-presidência e Maurício Picarelli (PMDB) para relator.

O presidente agradeceu a confiança ao cargo e esclareceu durante a reunião, que ocorreu na sala da Presidência, que a CPI tem o objetivo de apurar eventuais irregularidades na comercialização de combustíveis em Mato Grosso do Sul, durante o ano de 2015. “Também devemos investigar denúncias de supostas formações de cartel em alguns municípios do Estado e de dumping [venda abaixo do preço de custo]”, ressaltou o deputado José Carlos Barbosinha.

A próxima reunião ficou agendada para o dia 1º de dezembro, às 14h, no Plenarinho Nelito Câmara. “Vamos definir os encaminhamentos da CPI e os requerimentos solicitando documentos de início às refinarias, distribuidoras e revendedores de combustíveis, além de outros que os nobres deputados deliberarem”, confirmou o presidente da Comissão.

Também participou da votação o deputado Angelo Guerreiro (PSDB). Além dos já nominados, o deputado Beto Pereira (PDT) também é titular da CPI. São suplentes: Antonieta Amorim (PMDB), Amarildo Cruz (PT), Flavio Kayatt (PSDB), Felipe Orro (PDT) e George Takimoto (PDT). Os integrantes foram indicados pelas respectivas bancadas partidárias.

Foto: Wagner Guimarães